Girassorgo

Este trabalho inovador se inicia em 2024, viabilizado por uma parceria firmada entre a Latina Seeds e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS).

Sob a denominação científica “Produção e qualidade de silagem de girassol e sorgos forrageiros em monocultivo e consorciados no período de chuvas e seca” tem o objetivo principal de avaliar a qualidade da silagem obtida a partir do cultivo conjugado das plantas (um híbrido de girassol e dois híbridos de sorgo forrageiro), assim como sua viabilidade econômica.

O projeto leva em conta que, tanto o sorgo quanto o girassol, são eficientes no uso da água disponível (tolerantes ao déficit hídrico) e alternativas viáveis de cultivo para suportar a sazonalidade tropical. Além disso, a expectativa é de que, juntos, possam formar uma excelente fonte combinada de energia e proteína para alimentação animal.

Nesta etapa – prevista para finalização em 2026 – o trabalho ganha denominação de “Projeto Girassorgo – Silagem”, uma vez que outros estudos poderão surgir, como derivados deste primeiro (qualidade de pastagem estabelecida após consórcio e avaliação de consumo animal da silagem do consórcio, por exemplo).

O Projeto Girassorgo – Silagem tem como base de estudo a tese de doutorado da acadêmica Aryadne Rhoana Dias Chaves dentro da linha de pesquisa “Forragicultura e Pastagens” sob a coordenação da Profa. Dra. Vanessa Zirondi Longhini, no âmbito da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FAMEZ).

No âmbito da Latina Seeds, o trabalho tem o acompanhamento do seu diretor-executivo, Willian Sawa (pós-graduado em Nutrição Vegetal), de seu RP e gestor de conteúdo, Ariosto Mesquita (mestre em Produção e Gestão Agroindustrial) e de seu coordenador de pesquisa e desenvolvimento, Emerson Nunes Carneiro (agrônomo, pós-graduado em Melhoramento de Plantas).

Mais informações e contato:

ariostomesquita@latinaseeds.com